Google Play Music permite o upload de 50 mil músicas na nuvem de graça

Google Play Music permite o upload de 50 mil músicas na nuvem de graça

13:00 06 August in Gestão de Infraestrutura, TI Executiva
0 Comments

A Google Play Music vem dando grandes passos frente aos seus concorrentes de streaming de música.

A empresa anunciou em fevereiro a possibilidade de fazer upload de até 50 mil músicas, armazenando-as na nuvem por meio do serviço Google Play Music – tudo de graça. O limite anterior era de 20.000.

O número era aproximadamente o dobro da Apple até então, com o iTunes Match (à época, 25 mil uploads – entre junho e julho últimos, o limite foi elevado para 100 mil), e é um serviço premium, custando 24,99 dólares por ano. Já a Amazon Music permitia aos seus consumidores armazenar apenas 250 músicas na nuvem de graça, porém os assinantes já podiam fazer upload de até 250.000 faixas. Claro, desde que pagando a assinatura.

O Google Play Music trabalhou duro para colocar um abismo ainda maior entre ele e a Apple, a Amazon e o Microsoft Xbox Music – desculpe, mas não consegui informações suficientes sobre esse serviço, pois eu ainda uso o o primeiro Xbox; o que sei é que ele não permite uploads manuais e, em vez disso, só sincroniza suas próprias músicas para a nuvem se estiverem na própria loja da Microsoft. A Apple virou o jogo, e a disputa está acirrada.

Google Play Music Musicas Ilimitadas

Hoje, é raro ver usuários escutarem música de forma local, mesmo em casa ou no trabalho (uma internet decente e um bom navegador resolvem a situação), ninguém se dá mais ao trabalho de guardar arquivos no tocador de mp3 ou no pendrive, com exceção dos smartphones, já que, aqui no Brasil, o custo/benefício dos nossos caros pacotes de dados não compensa ouvir música on-line no celular. Mesmo assim, o serviço de streaming de música veio realmente para ficar e, com a guerra entre as grandes companhias, mais ainda.

Neste exato momento, o serviço Google Play Music no Brasil já consta com o limite de 50.000 mil músicas (até 300 MB por canção). Spotify e Grooveshark que se cuidem!

O tema tem como referência esta fonte.

**Este texto é uma produção independente e, portanto, de inteira responsabilidade do autor, não refletindo a opinião da Infobase.

Érico Rocha

erico.rocha.silva@gmail.com

Publicitário Free Lancer com grande experiência na área comercial e um especial talento para Redação Publicitária e Webwriting, focado em sérias práticas de Search Engine Optimization. Possuidor de uma considerável bagagem cultural devido ao seu interesse pessoal pela escrita e pela música, da mesma forma que possui especial aptidão para ilustração e arte.